Pesquisa Imunidade Treinada

Saiba mais sobre como você pode ser um aliado do avanço da ciência!
Seja voluntário nesta pesquisa científica!

Mais que voluntários, a Fundação Tiradentes busca pessoas para serem aliadas da ciência numa pesquisa que vai estudar a eficácia da vacina de Influenza e Tríplice Viral no treinamento de imunidade contra a Covid-19.

E convida você a fazer parte deste projeto liderado por grandes especialistas em vacinas em nível mundial, Doutor Mihai Netea e Doutor Leonardus A.B. Joosten, e executado pela Faculdade da Polícia Militar (FPM) em parceria com a universidade holandesa, Radboud University Medical Center.

A pesquisa terá a participação de profissionais de forças de segurança de Goiás e seus familiares, bem como colaboradores e parceiros da Fundação Tiradentes. Mas também conta com todos os cidadãos, residentes na capital e no interior de Goiás, vacinados ou não contra a Covid-19, que desejarem participar desta ação em busca de avanços no estudo de reforço da nossa imunização.

A duração do monitoramento de cada participante irá depender dos resultados preliminares obtidos de 3 a 6  meses, com duração máxima de 12 meses. Durante a admissão de cada participante, será realizada a coleta de informações essenciais (dados demográficos, histórico médico, uso de medicamentos, histórico de vacinação) através da aplicação de questionários. Em seguida, os participantes serão separados em grupos específicos.

Serão selecionados 4.000 participantes, sendo: 2.000 voluntários que serão vacinados contra Influenza e os outros 2.000 voluntários uma vacina de efeito placebo.

Mas como funcionarão as vacinas de efeito placebo?

O placebo não possui efeito ativo, ou seja, não faz qualquer alteração no organismo e é uma importante ferramenta na pesquisa científica. Geralmente, nos estudos sobre novos remédios, os voluntários são divididos em grupos, sendo que parte recebe o verdadeiro tratamento e outra parte toma os placebos.

No contexto médico científico, o emprego de placebo é chave em testes para avaliação e desenvolvimento de novos medicamentos, procedimentos e terapias. Ele funciona como base de comparação para testar a eficácia de drogas e tratamentos médicos, como as vacinas analisadas nesta pesquisa.

Sendo importante destacar que, nesta pesquisa, após o período de avaliação do desempenho dos testes aplicados nos voluntários selecionados para fazerem parte deste grupo (placebo), todos os participantes serão novamente chamados para serem vacinados com uma dose da Influenza.

Como participar da pesquisa?

Serão selecionados voluntários em perfeito estado de saúde e que NÃO apresentem:  os seguintes quadros:

  • Alergia conhecida a componentes da vacina contra a Influenza ou eventos adversos graves à administração anterior;
    • Febre (> 38ºC) nas últimas 24 horas;
  • Gravidez (também sendo recomendado às participantes que se voluntariarem que evitem a gravidez por um mês após vacinação);
  • Suspeita de infecção viral ou bacteriana ativa;
  • Vacinação para influenza nos últimos 2 meses;
  • Diagnóstico de COVID-19 confirmado;
  • Pessoas com algum tipo de linfoma ou neoplasia maligna ou que tiveram nos dois anos anteriores;
  • Profissionais com envolvimento direto, na concepção ou execução, deste estudo;
  • Pessoas que tenham tido registrado ausência do trabalho de ≥ 4 das 12 semanas seguintes devido a qualquer motivo (férias, licença maternidade, aposentadoria, cirurgia planejada, etc);

Pessoas imunocomprometidas, sendo excluída a participação de:

  1. a) indivíduos com infecção conhecida pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV-1);
  2. b) indivíduos neutropênicos com menos de 500 neutrófilos / mm3;
  3. c) indivíduos envolvidos em transplantes de órgãos;
  4. d) indivíduos com transplante de medula óssea;
  5. e) indivíduos em quimioterapia;
  6. f) indivíduos com imunodeficiência primária;
  7. g) indivíduos com severa linfopenia com menos de 400 linfócitos / mm3;
  8. h) indivíduos em tratamento com quaisquer terapias anti-citocinas;
  9. i) indivíduos em tratamento com esteroides orais ou intravenosos definidos como doses diárias de prednisona 10mg ou equivalente por mais de 3 meses, ou uso provável de esteroides orais ou intravenosos nas quatro semanas seguintes;
  • Pessoas com algum tipo de linfoma ou neoplasia maligna ou que tiveram nos dois anos anteriores;
    • Profissionais com envolvimento direto, na concepção ou execução, deste estudo;
    • Pessoas que tenham tido registrado ausência do trabalho de ≥ 4 das 12 semanas seguintes devido a qualquer motivo (férias, licença maternidade, aposentadoria, cirurgia planejada, etc).
    • Pessoas que já tem se vacinado para imunização contra a Influenza ou Tríplice, neste ano (2021).

Se você deseja participar desta pesquisa que pretende avaliar os efeitos da vacina contra a Influenza no treinamento da imunidade no combate à Covid-19 (ou seja, na melhora da imunidade para reagir à doença e novas possíveis doenças), e não se enquadra em nenhum desses critérios de exclusão, poderá se inscrever clicando no link abaixo para preencher o formulário de inscrição em nossa pesquisa:

FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO

 

Inscreva-se para ser um voluntário!
A ciência conta com você! 

Botão Voltar ao topo