Fundação Tiradentes inicia entrega de 4 mil agasalhos

A Fundação Tiradentes começou a entregar na última sexta feira, 24, 4 mil agasalhos de frio para os policiais militares do efetivo operacional das cidades mais frias de Goiás. As cidades de Jataí e Rio Verde, no Sudoeste do estado, foram as primeiras a receber o material. Além disso, eles também receberam máscaras de tecido para utilização no período de pandemia do coronavírus.

Os critérios de distribuição definidos pela Corporação priorizam as unidades da PM instaladas em cidades mais frias, ou atuantes no policiamento que abranja também cidades com temperaturas mais baixas, como o efetivo do policiamento rodoviário, por exemplo. É critério ainda que o militar não tenha retirado agasalhos de frio nos últimos 5 anos, conforme os registros da Gerência de Fardamento da Fundação Tiradentes.

Este ano, seguindo a atualização mais recente do Regulamento de Uniformes da PMGO (2017) e as especificações técnicas aprovadas pela Corporação, será feita a entrega de segunda remessa peças de suéter de lã, em substituição às antigas japonas.

A entrega será feita conforme cronograma de distribuição, com data e hora definida junto as unidades militares contempladas. As peças, juntamente com as guias de cautela, serão entregues a representante de cada Comando, e não haverá entregas individualizadas. Tal formato evita a aglomeração de pessoas e fortalece o fiel cumprimento das Diretrizes definidas pela Corporação.

As orientações de limpeza e manutenção dos agasalhos serão entregues junto com as peças. Essas orientações são importantes para a eficaz higienização sem prejuízo da durabilidade dos mesmos, já que o material requer mais cuidado. As instruções de lavagem incluem, por exemplo, o uso de saco de proteção e lavagem com peças da mesma cor, além dos cuidados para secagem.

O esforço da Fundação e do Comando da Corporação foi grande para essa cobertura ser garantida antes de quedas sensíveis da temperatura serem registradas, justamente no período da pandemia pela COVID-19, em que é recomendável evitar comprometimentos respiratórios comuns do período. Além da promoção das condições de trabalho, neste período peculiar, a distribuição dos suéteres é uma questão de segurança de saúde, e que ocorre no mesmo momento em que o volume de aquisições de outros itens de proteção, como álcool gel, sabão líquido, máscaras faciais, adaptações do HPM, e kits de testes rápidos da doença, também requerem redirecionamento orçamentário.

Além disso verifique

Novos agasalhos para o frio, entregues pela Fundação Tiradentes, têm norma obrigatória de uso

Os agasalhos para o frio, entregues pela Fundação Tiradentes, conforme especificado na versão atual do ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.